Câmara de refrigeração de corpos de IML de Caruaru está quebrada

Equipamento é compartilhado por Serviço de Verificação de Óbitos e IML. Reparo está sendo providenciado, diz Gerência Geral de Polícia Científica.

Foto apenas Ilustrativa

A câmara de refrigeração do Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) - que é compartilhada com o Instituto de Medicina Legal (IML) - está sem funcionar em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com o Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), há mais um mês o equipamento está quebrado.
A Gerência Geral de Polícia Científica (GGPOC) da Secretaria de Defesa Social (SDS) confirmou o problema e disse, por meio de nota, que o reparo está sendo providenciado. "Ressaltamos que todos os corpos estão sendo atendidos em Caruaru (SVO e IML), exceto os putrefeitos, que sempre foram encaminhados para Recife, visto que em Caruaru não há sala para corpos em estado de putrefação", informou a nota.
O presidente do Sinpol, Áureo Cisneiros, afirmou que os corpos que demoram para ser identificados - em até 24 horas - são levados ao Recife. "As famílias vão ao IML em Caruaru, não encontram os corpos e precisam ir para Recife. O problema da câmara é o gás e um defeito nas borrachas das portas", explicou Cisneiros.
Share on Google Plus

About Ademilton Fernandes

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário