Garanhuns reduz 1,4% no índice de infestação predial do Aedes Aegypti

Informação foi divulgada na manhã desta quarta-feira (25) pela prefeitura. Índice de infestação atual é de 7,9%; em 2016 este valor era de 9,3%.

A secretaria de Saúde de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, registrou uma redução de 1,4% no índice de infestação predial do Aedes Aegypti no município. A informação foi divulgada pela assessoria da prefeitura na manhã desta quarta-feira (25). O mosquito é o transmissor de doenças como dengue, vírus da zika e chikungunya.

De acordo com informações da prefeitura, o índice geral deste ano é de 7,9%, enquanto em 2016 este valor era de 9,3%. Os números foram apresentados no  Levantamento de Índice Rápido de Infestação Predial do Aedes Aegypti (LIRAa).

Ainda segundo a secretaria de saúde, os números estão ligados à quantidade de larvas do mosquito Aedes aegypti encontrados em pesquisa amostral.

"Levando em consideração os resultados atingidos, a expectativa é de que ocorra uma reversão à níveis que garantam a segurança da população de Garanhuns com relação às doenças", informou a assessoria.

O secretário de Saúde, Alfredo de Gois, orienta que é essencial que a população continue engajada no combate ao mosquito.

"Vamos continuar intensificando a atuação dos agentes de endemias, sempre em parceria com os outros órgãos de combate à dengue e com a população, tendo o objetivo de reduzir ao máximo a incidência destes casos em nosso município", afirma.
Share on Google Plus

About Ademilton Fernandes

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário