Projeto de apoio à mulher com deficiência vítima de violência está sendo articulado em Garanhuns


Uma série de articulações foram discutidas em uma reunião entre a Secretaria da Mulher (Secmul) de Garanhuns e Lenice Couto, coordenadora do Centro de Apoio Pedagógico à Pessoa com Deficiência Visual (Cap). O momento aconteceu na sede do centro, na manhã da quinta-feira (9), com o intuito de colocar em prática o novo projeto de enfrentamento à violência contra a mulher com deficiência.
Durante o encontro, foram observados aspectos importantes para construir formas de atuação junto à mulher com deficiência, visto que o trabalho levará em consideração cada uma das especificidades e necessidades relativas ao atendimento desse grupo.
A Secmul tem o objetivo de contatar todos os organismos que lidam direta ou indiretamente com esse grupo de mulheres. Serão articulados meios para que esses organismos possam trabalhar de forma mais abrangente, onde cada um possa atuar dentro de sua competência.
“A gente percebeu a necessidade de envolver todos os organismos que compõem a Rede de Apoio e Acolhimento à Mulher, para ampliar o atendimento e levar informações a essas mulheres, sobre seus direitos à políticas públicas”, explica Walkiria Alves, psicóloga da Secretaria da Mulher.

Fotos cedidas pela Secretaria de Mulher
Share on Google Plus

About Ademilton Fernandes

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário