Tubulação rompe e causa alagamento em residências na Cohab 2, em Garanhuns


Moradores da Rua Agrestina na Cohab II em Garanhuns, tiveram que a passar a noite de ontem(20) em claro, calculando os prejuízos causados pelo rompimento de uma tubulação de água da Compesa. A água que vazava em grande volume invadiu as residências deixando os moradores desesperados sem saber o que fazer, todo o esforço para conter água que jorrava sem parar e impedir que entrasse em suas casas foi em vão. 

“Quem vai arcar com esse prejuízo, quem vai se responsabilizar por isso? Perdi minha geladeira, sofá, colchão boxe, o armário da sala, o armário da cozinha, perdi quase tudo“. Disse chorando uma moradora da citada rua.

“Eu estava dormindo quando a minha mulher me acordou com a água invadindo a casa, tomei um susto, fiquei sem saber o que fazer, pois a água estava invadindo tudo, tudo mesmo! Não deu para tirar nada de dentro de casa, as crianças ficaram apavoradas. Agora só nos resta a tristeza de ver o que levamos uma vida inteira para construir ir de água a baixo“. Relatou um pai de família inconformado.

Se já não bastasse o racionamento forçado de 10 dias sem água nas torneiras que a população de Garanhuns está sendo obrigada a enfrentar, moradores da Cohab 2 tem suas casas invadida por uma verdadeira enxurrada depois que uma tubulação da Compesa se rompeu. (CONFIRA VÍDEO ABAIXO)



O racionamento de 10 dias sem o líquido precioso que a cidade foi submetida pela gerencia da Compesa – Companhia Pernambucana de Saneamento, não é só em decorrência da estiagem que assola a região do agreste meridional, mas também foi agravada pelos inúmeros transportes de água feitos por carros pipas que retiraram água dos reservatórios de Garanhuns com destino à granjas e fábricas das cidades de São Bento do Una e Belo Jardim. Os reservatórios/barragens de Garanhuns foram construídos com capacidade e finalidade de abastecer apenas a cidade de Garanhuns e mais algumas cidades circunvizinhas, para o exclusivo uso humano da água, e não para o uso industrial.

De acordo com informações, duas famílias tiveram que deixar as residências. Uma equipe da COMPESA esteve no local, porém, não se sabe ainda se o rompimento foi corrigido.

PUBLICIDADE


Com Informações:
Jornal Imprensa do Agreste
Foto:
Agreste em Alerta
Share on Google Plus

About Ademilton Fernandes

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário